Candidato à CNH é preso por oferecer propina em prova prática em Jacareí

O caso foi registrado no 3º Distrito Policial de Jacareí

Um jovem, de 18 anos, candidato à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foi preso em Jacareí por oferecer propina ao presidente da banca examinadora do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) ao final da prova prática de direção veicular. O rapaz foi reprovado em sua avaliação na categoria B (carro) e queria reverter o resultado.

O funcionário do Detran.SP acionou a Polícia Militar e o candidato foi encaminhado para o 3º Distrito Policial de Jacareí, onde confessou que ofereceu R$ 150 ao servidor público para não ser reprovado. O caso foi registrado como corrupção ativa, crime previsto no artigo 333 do Código Penal, cuja pena varia de dois a 12 anos de reclusão e multa.

Durante audiência de custódia no Fórum local, na sexta-feira (16), foi arbitrada uma fiança de meio salário mínimo e o jovem responderá ao processo em liberdade.

“O processo de habilitação deve ser cumprido à risca para refletir em um trânsito melhor para todos. Toda a sociedade deve combater  atos que ameacem a segurança no trânsito”, ressaltou Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

Suspeitas de irregularidades devem ser denunciadas à Ouvidoria do Detran.SP pelo portal www.detran.sp.gov.br ou diretamente no link a seguir http://bit.ly/1ZfLWnf. É garantido sigilo ao denunciante.

DETRAN.SP – O Detran.SP é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão.

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável