Escolas públicas poderão ser obrigadas a adotar controle digital de frequência de alunos

Hildo Rocha: proposta moderniza a gestão e reduz a evasão escolar

As escolas públicas da educação básica poderão ter de, gradativamente, implantar sistema de controle digital de frequência de alunos. É o que determina o Projeto de Lei 9176/17, do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), em análise na Câmara dos Deputados.

A educação básica abrange a educação infantil, o ensino fundamental e o ensino médio.

Para Rocha, a implantação do controle digital tem inúmeros benefícios, tais como: elimina o tempo gasto pelo professor com chamada oral, contribui para diminuir os atrasos e a evasão escolar, e auxilia no controle do acesso às dependências das escolas.

“O controle digital moderniza a gestão escolar, trazendo para o colégio os recursos disponíveis no século XXI”, destaca Rocha.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:  ‘Agência Câmara Notícias

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável