MPSP e Unicamp iniciam tratativas para cooperação na área de direitos humanos

Procurador-Geral de Justiça esteve reunido com professor de Direito da universidade

Nesta quarta-feira (7/2), o Procurador-Geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, recebeu em audiência Luis Renato Vedovato, professor de Direito da Unicamp. Na ocasião, foram estabelecidas conversas preliminares para uma parceria entre o MPSP e a instituição de ensino, que está criando o Observatório Permanente dos Direitos Humanos e Diversidades, órgão que ficará responsável por reunir e coordenar ações de pesquisa, educação, capacitação e difusão de informações relativas à área.

Entre as prerrogativas do observatório estarão a produção de pesquisas voltadas à compreensão da experiência obtida nos campi da universidade em relação a direitos humanos, à elaboração de material de formação e qualificação e o incentivo às pesquisas sobre o tema.

De acordo com o promotor de Justiça Roberto Andrade, secretário executivo do Centro de Apoio Operacional Cível e de Tutela Coletiva e também presente na reunião, o trabalho conjunto com o Observatório Permanente dos Direitos Humanos e Diversidades da Unicamp pode possibilitar o atendimento a diversas demandas do MPSP. “Parcerias desse tipo são fundamentais”, considera.

Ainda segundo Andrade, pesquisas produzidas pela Unicamp e ligadas a economia, ciências sociais, contabilidade e engenharia, por exemplo, poderão ser úteis para a atuação funcional dos membros do MPSP na medida em que abrem espaço para a apresentação de diagnósticos referentes a diversos municípios do Estado.

Além disso, setores do MPSP poderão se beneficiar de análises da aplicação de recursos em áreas como educação, saúde e para aperfeiçoar ainda mais o controle social de entidades como conselhos municipais.

A audiência foi acompanhada também pelo procurador de Justiça Oscar Mellim Filho.

Fonte: Núcleo de Comunicação Social MPSP

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável