ONU aprova por unanimidade novas sanções contra a Coreia do Norte

O Conselho de Segurança da ONU aprovou nesta segunda-feira (11) por unanimidade uma nova resolução de sanções contra a Coreia do Norte após seu sexto teste nuclear, efetuado em 3 de setembro.

Com o apoio de China e Rússia, o Conselho aprovou a iniciativa dos Estados Unidos com voto favorável dos 15 membros um mês depois de adotar outra que vetava as exportações norte-coreanas de carvão, ferro e mariscos após o lançamento, em meados de agosto, de um míssil de médio alcance que sobrevoou o Japão.

Os Estados Unidos tivram que tirar de sua proposta certas medidas para conseguir o aval de Pequim e Moscou, como um embargo total petroleiro ou o congelamento dos bens do líder norte-coreano, Kim Jong-Un.

“Não buscamos uma guerra”, assegurou a embaixadora americana Nikki Haley após a votação.

Seul saudou a resolução, qualificada de “severa advertência” contra Pyongyang, enquanto o primeiro-ministro japonês “apreciou altamente” o texto, que mostra que a “comunidade internacional deve acentuar a pressão sobre a Coreia do Norte a um nível sem precedentes” para que “mude sua política”.

A resolução proíbe as exportações de têxteis, envios de gás natural e limita as entregas de produtos derivados de petróleo refinado.

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável