Parlamento Paulista e a cidade Osasco em Luto

Faleceu ontem por volta das 17h30 no Hospital Albert Einsten, o Deputado Estadual Celso Giglio (PSDB), de 76 anos. Giglio havia se licenciado por problemas de saúde e estava internado na UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo após sofrer um acidente doméstico.

O seu primeiro mandato na Alesp foi em 1991 e em 2006 foi eleito novamente deputado estadual. Reeleito em 2010, foi líder do PSDB na Assembleia. No novo mandato, foi eleito 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa. Também foi vereador e prefeito de Osasco, além de deputado federal.

O corpo do deputado será velado a partir das 8h desta quarta-feira (12/07) no Teatro Municipal Gloria Giglio: Av dos Autonomistas 1533, Vila Campesina – Osasco. O sepultamento será às 16h no Cemitério Bela Vista em Osasco.

Biografia

Nascido em Campinas em 19 de fevereiro de 1941, Celso Antônio Giglio foi casado com Glória Giglio, com quem teve cinco filhos e quatro netos.

Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, com residência em Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Foi também administrador hospitalar graduado pela Universidade de São Paulo.

Seu pai, Antonio Giglio, foi prefeito do município paulista de Viradouro durante três mandatos. Em 1996, Celso Giglio chegou a Osasco, onde foi médico concursado do Serviço de Assistência Médica e Domiciliar de Urgência (Samdu) e da prefeitura municipal. Ocupou os cargos de superintendente da Fundação de Saúde do Município de Osasco e de secretário municipal de Saúde. Presidiu, ainda, a Regional Osasco da Associação Paulista de Medicina e a Fundação Instituto Tecnológico de Osasco (FITO).

Eleito vereador em 1988 com votação recorde, foi presidente da Câmara Municipal de Osasco.

Em 1990, foi eleito deputado estadual e, dois anos depois, prefeito de Osasco.

Em 1998, foi eleito deputado federal e, no ano 2000, venceu novamente as eleições para a prefeitura de Osasco. Ainda em 2000, assumiu a presidência da Associação Paulista de Municípios (APM), que ocupou por mais de oito anos.

Em 2005, ocupou a Superintendência do Iamspe e, no ano seguinte, foi eleito deputado estadual pelo PSDB.

Em 2010, foi Líder da Bancada do partido na Assembleia Legislativa. Nesse mesmo ano, foi reeleito. No novo mandato, foi eleito 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa. Retornou à presidência da APM em 2012, deixando o cargo em 2014, para candidatar-se a deputado estadual.

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável