PGJ assina termo para efetivar projeto de combate à violência doméstica em Guarulhos

Depois de virar lei em Guarulhos, como já acontece em outros municípios paulistas, o Projeto de Prevenção de Violência Doméstica como a Estratégia da Saúde da Família começa efetivamente a ser implementado na segunda maior cidade do Estado. O Procurador-Geral de Justiça em exercício, Walter Sabella, e o prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa, conhecido como Guti, assinaram Termo de Cooperação neste sentido.

“Essa aliança há de ser um caminho que conduza a tempos melhores”, declarou Sabella, no discurso que precedeu à formalização do acordo. “É uma satisfação enorme ser recebido nesta casa”, asseverou o prefeito. “Esse é um belo projeto que muda vidas”.

De acordo com a promotora Fabíola Sucasas, idealizadora do projeto, 750 agentes comunitários de Saúde da cidade receberão treinamento para abordar a mulheres em situação de risco a fim de distribuir cartilhas sobre o problema da violência doméstica e como enfrentá-lo, buscando ajuda. Fabíola destacou o empenho da promotora de Justiça Daniela Romanelli para que o termo de cooperação chegasse a êxito.

Prestigiaram a cerimônia, o procurador Roberto Fleury, ouvidor do MPSP, e as promotoras Sandra Massud, Adriana Cerqueira de Souza e Roberta Logiodice, assessoras do Centro de Apoio Operacional Cível (CAOCível).

 

 Núcleo de Comunicação Social

Sobre André Luiz Badaró

Diretor Executivo e Jornalista Responsável